Conectar-se

Assinar Blog por Email

Digite seu endereço de email para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por email.

Junte-se a 7 outros assinantes

Traduzir

Nossa Programação

Culto Domingo às 18h

Escola Bíblica Dominical às 9h

Escola Bíblica Alternativa às Quintas, 20h

Terças e Quintas, Jiu Jitsu às 19h

Terça a Sexta, reforço escolar às 18:30h

 

Boletim Semanal

Fan Page dos Embaixadores do Rei

Jogos

Você sabia que no Google Chrome há um jogo escondido?

Se esse tiranossauro rex parece familiar é porque ele é meio que famoso. Agora, o dino ousado está pronto para correr por este deserto mortal! Você consegue evitar que ela bata em um cactus neste jogo de corrida infinita? Use a barra de espaço para controlar o bichano.  Copie e cole no navegador Chrome o seguinte endereço: chrome://dino – use a barra de espaço para iniciar o jogo.

Versículo do dia

Porque, onde há inveja e espírito faccioso, aí há perturbação e toda obra perversa.

Quer se tornar membro da CBE?

Toda Quarta às 20 H…

Amanhã às 20 horas teremos mais um encontro de oração e estaremos mais uma vez refletindo no livro de Eclesiastes. Venha estar conosco…

UM ÊXODO PERIGOSO…

Viver em comunidade é um desafio e sempre será, independente de ser uma comunidade cristã ou não. O grande perigo que tenho observado é a “migração” de muito cristãos, que durante muitos anos envolveram-se demais com suas igrejas, deixando projetos pessoais, família, amigos e lazer de lado, muitas vezes em obediência “cega” aos pastores que pedem muito mais que oferecem. Esses cristãos, hoje, estão esgotados, frustrados, muitos com seus lares fragmentados, sua vida profissional enfraquecida e vazio espiritualmente. Ao buscar uma nova igreja e um novo estilo de vida, migram para um outro pólo, ou seja, agora não querem compromisso com a igreja e em nome dessa nova vida não se envolvem, deixam de ser abençoados e de abençoar. Saíram de um ativismo “demoníaco” que suga e enfraquece para entrar numa estagnação “demoníaca” onde agora só pensam em si e nos seus, culpam a Deus pelo que vivenciaram e têm “fobia” de trabalhar ou assumir compromisso em suas novas igrejas. No passado colocaram “o pastor” no lugar de Deus e hoje colocam a si mesmos. Que Deus tenha misericórdia de nós, pois “aquele que se acha de pé, cuide para que não caia”.
Pr. Fernando Pinto
#porquepensardoi

A igreja que quero.

Não quero pastorear uma igreja onde às pessoas fiquem contentes só por ter o templo cheio em dias de culto. Não quero pastorear uma igreja onde o indivíduo esteja assiduamente nas atividades eclesiásticas, mas ausente dentro de casa. Não quero pastorear uma igreja onde não haja envolvimento com os problemas do bairro com a “justificativa” que os problemas não são nossos. Não quero pastorear uma igreja onde às pessoas não possam ser elas mesmas na frente do pastor. Não quero pastorear uma igreja onde às organizações e a denominação estejam acima de pessoas. Quero pastorear uma igreja simples, bíblica, humana e acolhedora. Que Deus nos ajude a não perder o foco.
Pr. Fernando Pinto